quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Bolsa de Lona



Foram poucos dias de férias, numa viagem rápida pelas montanhas, que falo no próximo post. Queria uma Bolsa pra levar na viagem, grande, resistente e pra chamar de "minha". Tinha uma lona leve, de cor clara que não sabia ao certo como usar... tenho um pequeno acervo de tecidinhos importados que morro de dó de cortar... enfim, parecia o casamento perfeito para a minha Bolsa.

Esse modelo é bem fácil,  estou ensaiando fazer outra com tutorial...

Vamos aos detalhes,


Queria bolsos, muitos... Interno um bem grande com botão de pressão. Nas laterais dois pequenos




Atrás um bolso embutido com zíper com boa profundidade...


Na frente com esse tecido floral lindo da Fat Quater Shop, loja que amo, um bolso gigante com botão imã


Nas laterais um regulador de tamanho, sim ela ainda fica maior quando abre esses botões de pressão.
Alças de couro, porque precisava de alças resistentes.

Enfim, gostei bastante da minha Bolsa, apesar da cor clara da lona. Próximo posto vou mostrar por onde andamos...




segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

Toalha de Chá em Patchwork



Apesar da forma geométrica, e de usar basicamente os HST (half square triangles), é uma toalha relativamente fácil de fazer e pode ser feita por iniciantes no patchwork.

Ao final do post está o plano de corte e o esquema. Lembrando que não tenho programa especial para fazer o desenho, por isso é bem rudimentar.









E para aqueles que ainda não tem ideia como fazer HST, AQUI tem um post com tutorial bem detalhado.

Agora vou fazer uma das coisas que mais gosto, malas! Sim, saímos amanhã para uma rápida férias!


terça-feira, 2 de janeiro de 2018

Quilt para Começar bem...



Amo quilts com sobras de tecidos, os amados scraps. Esse aqui foi inspirado no Pinterest, pra variar...
Quilt livre e design despretensioso e fácil, dá pra fazer em um dia apenas!









Nada melhor do que começar o ano já tentando diminuir as sobras de tecidos. Outro quilt está no forno, daqui a pouco fica pronto.

Ótimo começo de 2018 a todos!

sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

As Linhas que Queremos





Num gesto rápido e automático lá vou eu rapidamente colocar a linha na agulha,
tão simples, tão trivial...
tão natural!

Rapidamente os pontinhos se fazem...
um chuleado qualquer, um arremate, ou quem sabe um bordadinho mais elaborado
O fato é que é natural!

Aos poucos, as linhas se transformam,
são capazes de unir retalhos, de dar vida a um tecido esquecido no fundo de uma cesta

Linhas, simples linhas
Abençoadas Linhas!

As linhas que costuram as emoções,
que bordam delicados motivos
que fazem dos meus dias 
um vai e vem de sonhos e tecidos que se misturam...

Que não falte linha em 2018!
Precisamos alinhavar nossos sonhos, sim! Aqueles sonhos especiais e esquecidos,
Precisamos costurar o que rasgou... costurar delicadamente
Precisamos bordar as nossas esperanças, que se renovam todas as manhãs.
Precisamos, com mãos ágeis e habilidosas pespontar
todos os desafios que nos esperam.

Feliz Ano Novo a todos que passaram por aqui,
que passaram pelo Atelier Flor de Baunilha
ou que só olharam de longe.

Que Deus nos dê linhas resistentes e mãos habilidosas em 2018!

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Panos de Prato e Pot Holders... Muitos...


Já falei várias vezes aqui no Blog que amo fazer Panos de Prato e Pot Holders. Sim, eu sou daquelas que tem um paninho na cozinha bem fofo, e ai de quem pegar pra secar a louça ou a mão rsrsrs.   Acho que um paninho bem cute, deixa a cozinha muito mais charmosa. E por aqui a safra foi bem grande, vou mostrar alguns...






Maçãs e cerejinhas delicadas.





Com barrinha triangular


Galos pomposos, ganhou também um Puxa Sacos.



Gatinhos alegres



Amo melancias...






As tradicionais barrinhas em Seminoles



Sorvetinhos, sempre bom!!



A hora do lanche



E pra terminar essa remessa, Natal na cozinha também... e vamos ao trabalho que a máquina não quer parar!


segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

Um Pouco do Atelier


Quem faz qualquer tipo de trabalho artesanal sabe a importância dessa palavra "Atelier". Não importa o tamanho, se é bem equipado ou improvisado. Queremos apenas o nosso cantinho de produção, inspiração e muita bagunça também.

Meu espaço é bem limitado e já mudei várias vezes pra tentar otimizar. Vou compartilhar um pouquinho do meu "Cantelier"




Tecidos separados por cores - essa arrumação foi só nesse dia das fotos, normalmente fica meio revirado.  O macaquinho Tilda é um dos meus mascotinhos.



Caixas de madeira que funcionam como uma banca de scraps. Facilita quando as alunas precisam de tecidos.


A máquina antiga que é minha relíquia.


Uma das máquinas que uso. Destaque para a tesoura vermelha. Minha primeira tesoura, já tem quase trinta anos, e ganhou destaque de decoração.




A foto não favoreceu, mas essa janelinha é muito fofa, quadrinho "sew fun", e as suculentas nas canecas são os destaques.


Cadeira antiga e reformada.




Baldinhos, canecas, latinhas e vidros nunca são suficientes pra acomodar tantas miudezas.



Amo Plaquinhas e cabides. Não tem mais espaço ...


Aqui o cantinho do chá, que sempre é muito delicioso e com especiarias.





A Maria Baunilha com seu quilt. A outra mascote do Atelier.


Aqui tem um armário antigo tb, que não saiu na foto porque é muito bagunçado. Serve para guardar materiais. O Cabideiro acomoda as bolsas e necessaires.


Na entrada do Atelier minha pequena coleção de suculentas...


e a renda portuguesa, presente de uma grande amiga que já partiu dessa vida, mas deixou maravilhosas recordações.

Devo confessar que o lado B ficou sem foto. Gavetas e mais gavetas bagunçadas e abarrotadas de materiais. Caixas de retalhos transbordando, e mesas sobrecarregadas de bagunças. Um armário de três portas que nunca consigo abrir sem que caia alguma coisa sobre mim.  Mas a bagunça me mostra também que estou em atividade, e é muito bom!

Ótima e produtiva semana a todos.