segunda-feira, 2 de abril de 2018

Boas Meninas não Fazem Perguntas


Pausa no Patchwork.

Um dos assuntos que mais me inquieta, é a questão da mulher. Não me entenda mal,  não estou falando desse mi mi mi, ou do suposto "empoderamento", que tanto se fala nos últimos anos.
Minha inquietação vai mais além... tem a ver com todas as ideologias seculares que sutilmente nos colocaram ou como submissas donas de casa, ou como feministas desbravadoras, ou como bonecas fúteis e "empoderadas".

Nada disso nos define, antes, nos escraviza. Sem nos darmos conta almejamos mesmo por sermos livres.

Livres da imposição de sermos perfeitas, livres da imposição do corpo perfeito, livres da imposição de empoderamento - odeio essa palavra! Livres!

Por essas razões hoje estou  muito orgulhosa  de ter parido  dois homens que pensam e agem diferentes da maioria dos homens. Um deles, está lançando seu segundo livro por financiamento coletivo.
Boas Meninas Não Fazem Perguntas, é uma mistura de distopia e ficção científica que trata justamente dessa prisão feminina. A meu ver, de leitora leiga, vivemos essa distopia há séculos, de maneira dissimulada., tão dissimulada que até mesmo nós mulheres escravizamos outras mulheres.

 Tive o prazer, a honra e o privilégio de ser uma leitora beta e conhecer essa história quando ainda era um embrião. Porém, mais do que isso, sinto um baita orgulho em saber que meu filho, de maneira delicada tratou essa questão.
Como um artista, com traços ora leves, ora intensos, desenhou a história de Marina, que pode ser qualquer uma de nós, mulheres que ainda sentem e sofrem as pressões ideológicas ou não.

Está em  financiamento coletivo no Catarse, passa lá, dá uma olhada nesse projeto e se gostar, você pode apoiar o autor.


2 comentários:

  1. Que legal, Denise!
    Parabéns ao filhão!
    Bjs e boa semana!
    http://dedeartes-denise.blogspot.com

    ResponderExcluir

É sempre muito bom receber sua visita!!